Peeling

Conheça os três principais tipos de peeling mais utilizado na estética.

Peeling químico:  é um tipo de tratamento estético que é feito com a aplicação de ácidos sobre a pele para retirar as camadas danificadas e promover o crescimento de uma camada lisa.

A intenção é acelerar o processo de renovação celular a partir das camadas mais profundas da pele, ao mesmo tempo em que são eliminadas as camadas mais superficiais e envelhecidas. Indicados para rejuvenescimento, clareamento de manchas, cicatriz de acne, poros dilatados, estrias.

Peeling mecânico: como já diz o nome, é realizado por meio de equipamentos. Ele é indicado para pacientes que buscam o rejuvenescimento e renovação da pele, o que ocorre por meio da dermoabrasão. Esse tipo de peeling também é indicado para suavizar cicatrizes de acne profundas, sardas, rugas finas e poros dilatados. Entre eles o peeling de diamante e o peeling de cristal

Peeling enzimático: nada mais é que um peeling no qual se usam ativos de base natural, no caso enzimas biológicas, que possuem efeito positivo sobre a camada mais externa da pele (camada córnea), reduzindo sua espessura, melhorando a textura e promovendo a renovação celular. As enzimas mais usadas são a bromelina (do abacaxi), papaína (do mamão) ou a que resulta da fermentação de lactobacilos. As enzimas da romã e abóbora também podem ser utilizadas.

Peeling